“Poesia agora” | Caixa Cultural

> Participação na exposição “Poesia agora“, em 2017, na Caixa Cultural do Rio de Janeiro, com curadoria de Lucas Viriato.

Em meados de 2017, o Lucas Viriato e a Yassu Noguchi me convidaram pra integrar a exposição “Poesia agora” (aqui você encontra a lista completa dxs poetas convidadxs). O meu poema “Remora”, um poema antigo, não publicado em coletânea alguma, integrou um livrinho chamado “Não” que ficava em uma das salas da exposição.

A exposição era divida em salas-suporte, isto é, cômodos que traziam uma unidade particular a partir de um suporte comum a cada uma. Segundo o cenógrafo André Cortez, na exposição “versos são lâmpadas, números são letras, portas são paredes para que nos livremos da solidez do espaço cotidiano. A partir dessas matérias e das três dimensões conhecidas, queremos que você se perca nas outras várias dimensões a que a poesia nos leva, e assim possa acrescentar a sua experiência neste lugar coletivo.”

O texto do André pode ser conferido no catálogo da exposição, que está disponível online. No mesmo documento, o curador Lucas Viriato explica a sua proposta: “A exposição é um convite para um mergulho na linguagem, para descobrir o lado lúdico da língua, ato que os poetas conhecem tão bem. Como transmitir esse estado poético em poemas? Passado o tempo das grandes correntes literárias, cada um há de descobrir a sua própria resposta, seu caminho, e cada um dos poetas daqui o faz à sua maneira. Assim, ao invés de selecionar alguns poucos que despontam, optamos por uma curadoria horizontal, criteriosa, porém ampla, de modo que a exposição seja capaz de reverberar o canto coletivo da tribo dos poetas contemporâneos.”

A exposição aconteceu entre os dias 6 de junho e 10 de agosto, na Caixa Cultural do Rio de Janeiro.