Arquivo da categoria: blog

Drummond e o comunismo | Colégio Pedro II

A garotada é rápida. Sacaram muito depressa que Drummond está não apenas destacado da família, mas que também é o único que cruza os braços e se inclina levemente para fora do quadro.

O amigo e professor Luiz Guilherme Barbosa me convidou para conversar com os seus alunos do Colégio Pedro II de Realengo sobre Drummond e comunismo. É, o chamado foi esse mesmo, Carlos Drummond de Andrade e comunismo, com a liberdade para tratar o assunto como eu bem entendesse.

Claro, conversamos sobre A Rosa do Povo. Mas também sobre o anjo torto do primeiro poema do primeiro livro do poeta, sobre fotos de família, e também sobre a orientação política dos alunos dentro da escola, como percebem seus corpos, como acham que seus desejos respondem àquele ambiente, etc. Continuar lendo

Canteiro de Obras | UERJ

No início dessa mais recente crise da UERJ (que poderíamos chamar de crime de Estado contra a UERJ, parte integrante de um crime maior, contra a democratização da educação e dos aparelhos culturais do Estado do Rio de Janeiro e do país), o poeta e editor Marcelo Reis de Mello e eu organizamos esse evento no Centro Cultural da UERJ, a COART. Continuar lendo

“Poesia agora” | Caixa Cultural

> Participação na exposição “Poesia agora“, em 2017, na Caixa Cultural do Rio de Janeiro, com curadoria de Lucas Viriato.

Em meados de 2017, o Lucas Viriato e a Yassu Noguchi me convidaram pra integrar a exposição “Poesia agora” (aqui você encontra a lista completa dxs poetas convidadxs). O meu poema “Remora”, um poema antigo, não publicado em coletânea alguma, integrou um livrinho chamado “Não” que ficava em uma das salas da exposição.

Continuar lendo

Conversa com o Prêmio Pipa | MAM-RJ

O poeta Heyk Pimenta e eu fomos convidados, em 2015, para conversar com o Prêmio PIPA 2015 sobre arte, coletividade, viver junto e cidade – ou seja, para falar realmente da vida na polis, da política. Na conversa estavam também representantes da Bienal do Mercosul (a Diana Kolker e o Rafa Éis) e do Museu do Bispo do Rosário (a Bianca Bernardo). Foi a primeira vez que a Oficina Experimental de Poesia falou no MAM-RJ. Agradeço o convite feito pela Virgínia Mota e pelo Jean D. Soares.

O site do Prêmio Pipa divulgou o evento, clica aqui pra ver.

“Ils, Ellos, Eles” | CMAHO

> Participação na exposição
“Ils, Ellos, Eles”
, de Julieta Hanono
no CMAHO, de nov.16 a fev.17,
com curadoria de Izabela Pucu.

Em meados de 2016, a então diretora do Centro Muncipal de Artes Helio Oiticica, Izabela Pucu, proporcionou um encontro entre eu e a artista argentina Julieta Hanono, cujo trabalho de auto-tradução ficcional opera no limite tangenciado pelo texto, pela imagem e pela voz. Esse internacionalismo dos meios expressivos é, de alguma forma, análogo ao internacionalismo da autora, nômade desde o fim da adolescência, na experiência traumática da ditadura argentina, que sequestrou Julieta quando ela integrava o grupo revolucionário dos Montoneros. Continuar lendo

“Boca Suja” | Festival SESC de Inverno

O poeta Ramon Nunes Mello convidou alguns poetas para participarem do projeto “Boca Suja”. Pelas minhas contas são 10 poetas, que têm seus poemas impressos em guardanapos e distribuídos nos restaurantes associados do SESC, e eu estou animado com a chance de causar alguma indigestão com meu poema “História da tristeza entre as Ratazanas ou Uma ecologia sentimental”.